Rubrica Semanal - Semana da Laranja





A laranja é uma das frutas mais cultivadas em todo o mundo, produzida pela laranjeira (Citrus x sinensis), uma árvore da família Rutaceae de porte médio e copa densa, arredondada e perene. Originada na Ásia – provavelmente na China – por volta de 4.000 anos atrás.
Algumas curiosidades:
  1. Em locais de clima tropical, as laranjas são esverdeadas. Em locais de clima temperado, as laranjas são mais alaranjadas. Isso acontece devido ao efeito causado pela falta de sol.
  2. Bobby Leach, o primeiro homem a sobreviver depois de descer as cataratas do Niágara em um barril, morreu 15 anos mais tarde ao escorregar na casca de uma laranja na Nova Zelândia.
  3. O sumo de laranja é um bom remédio natural para a indigestão. Ele é 10 mil vezes mais ácido do que o pH do sangue humano e se torna alcalino no estômago.
  4. O fruto é rico em antioxidantes que neutralizam os efeitos dos radicais livres e moléculas instáveis de oxigênio no corpo humano, que são responsáveis pelo envelhecimento.
  5. 85% das laranjas produzidas no mundo são convertidas em sumo, que, em muitos povos, é costume a ingestão durante o pequeno almoço.
  6. Os palitos usados pelas manicures e pedicures são feitos com a madeira da árvore da laranja, por não lascar e não ser porosa.
  7. As flores da laranjeira simbolizam o amor e são bastante utilizadas na decoração de ambientes, pelo seu perfume e delicadeza.
  8. Na Jamaica, as pessoas metade de uma laranja para limpar suas casas. Os mecânicos usam laranjas para limpar a gordura e o óleo.
  9. Para retirar um pouco da gordura de uma refeição, basta espremer suco de laranja sobre ela. Esse é um hábito no Afeganistão.

Na verdade, o que se chama genericamente de laranja são diferentes variedades das espécies cítricas. Apesar de compartilharem essas características gerais, os tipos de laranja divergem em tamanho, cor, quantidade de açúcares, de sementes, acidez, época de colheita, etc. São mais de 100 variedades de laranjas cultivadas pelo mundo.
NEWHALL

Esta variedade é a primeira a ser colhida e está disponível para venda a partir de meados de Novembro, até meados de Fevereiro. A produção anual ronda as 550 ton. O fruto apresenta uma forma oval, com tamanho médio a grande (220 a 350g) e sem sementes. A casca é lisa, de cor laranja intensa e a sua polpa é sumarenta, doce e saborosa.

LANELATE
No final de Fevereiro iniciamos a apanha da variedade Lanelate, que decorre até Abril. Esta variedade é originária da Austrália, obtida a partir de uma mutação do gomo da variedade Washington Navel. A nossa produção é de cerca de 300 ton. O fruto apresenta uma forma esférica, com um tamanho médio a grande, embora ligeiramente menor que na variedade Newhall. É também uma variedade sem sementes. A Polpa é de sabor doce e agradável, com brix elevado e baixa acidez.

RHODE e BARNFIELD


São variedades com origem na Austrália, sub-variedades da Lanelate mas ligeiramente mais serôdias, podendo permanecer na árvore sem perda de qualidade até meados ou mesmo final de Julho. A forma dos frutos, o calibre, e o sabor são idênticos à Lanelate. Como a Lanelate não têm sementes. A Barnfield em especial revelou muito boa adaptação às condições do Clima e de terreno da zona de Tavira, onde apresenta elevados níveis de produtividade e qualidade. Produzimos anualmente cerca de 350 ton destas duas variedades.


O outro grupo que integra algumas das variedades de Citrinos do Algarve designa-se por 'Laranjas sem Umbigo'. As mais comuns são a 'D. João' e a 'Valencia Late'. Sendo bastante parecidas e tendo ambas origem portuguesa (a 'Valencia' é originária dos Açores), distinguem-se pela difusão, dado que a 'Valencia Late' tem grande difusão em todo o mundo. 

VALÊNCIA LATE


Esta variedade é das mais distribuídas e cultivadas no Mundo, dada a sua capacidade de adaptação às mais variadas condições ambientais. Foi desenvolvida e aperfeiçoada na Califórnia e Flórida no início do século passado. O Fruto é de cor laranja, mas com um tom menos intenso que o das variedades de umbigo. É de tamanho médio (180 a 300g), de forma esférica e com calibre homogéneo. Não tem umbigo e poucas ou nenhumas sementes. A Casca é de espessura média, com superfície lisa. O sumo é abundante e com bom sabor. A colheita decorre preferencialmente de Maio ao final de Julho. Produzimos na ordem das 150ton. Esta variedade conserva-se bem no frigorífico.


D. JOÃO


A “D.João” é uma sub-variedade da Valencia Late, desenvolvida em Portugal na  década de quarenta do século passado. Foi introduzida no Algarve na década seguinte, tendo revelado muito boa adaptação ao solo e clima da região. Mantém as características da “Valencia Late”, sendo no entanto ligeiramente mais pequena, mas mais doce. Tem poucas ou nenhumas sementes. É uma variedade que pode permanecer na árvore mais tempo sem perder qualidade. A nossa produção supera as 400 ton.

Fonte: aqui aqui aqui


Vamos ás sugestões dos blogs??????






















Espero que tenham gostado e conto com as vossas sugestões.




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mexidos de Natal ou Formigos

Bolo de Lentilhas com Creme de Abacate

Biscoitos de manteiga