segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Queens Puding


Aceitei o desafio,aqui  de todos os meses fazermos doces mundiais, mas fiz batota.... nas fotos nem se nota mas não ficaria de consciência tranquila em estar a mentir, como fiz para a festinha de anos da minha filhota, teve de ser um pouco mais rápido, mas foi só a parte do pudim, porque ralei o pão ralado fresco e fiz tudo como mandava a receita, para ser sincera nem sei porque fui fazer o pudim diferente mas, fiz, pronto.

Coloquei as camadas todas direitinhas, bem tenho a dizer que ficou um pudim super diferente dos que costumo comer, estava bastante delicioso, e, sim também comi morno.

Pronto a receita era:

QUEEN OF PUDDINGS
Ingredientes
(6-8 doses)
25 gr de manteiga 
285 ml de leite
100 gr de açúcar
85 gr de pão ralado fresco
2 ovos, separados
Raspa e sumo de 1 limão
2 colheres (sopa) de doce de framboesa ou outro fruto vermelho a gosto
Natas (opcional)
Preparação
Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar com manteiga uma forma ou travessa de forno. Reservar.
Num tachinho levar a lume brando a manteiga, o leite e duas colheres de sopa de açúcar.
Espalhar o pão ralado num recipiente com algum fundo e verter o leite por cima. Deixar repousar cerca de 15 minutos para que o liquido seja bem absorvido pelo pão e de seguida adicionar a raspa e o sumo do limão e as gemas de ovo e envolver bem.
Verter o preparado na forma/travessa e levar ao forno cerca de 20-25 minutos até estar firme e cozido. Retirar do forno e deixar arrefecer. Manter o forno ligado.
De seguida espalhar o doce, ligeiramente aquecido, por cima do creme da base. 
Entretanto preparar o merengue, batendo as claras em castelo até estarem firmes. Juntar o restante açúcar gradualmente até o merengue estar macio e brilhante. Espalha-lo por cima do doce e fazer o efeito desejado com as costas de uma colher.
Levar novamente ao forno, cerca de 15 minutos, até o merengue ficar ligeiramente dourado.
Servir o pudim morno acompanhado de natas.
Nota: para fazer o pão ralado fresco, basta tirar o miolo a cerca de 3 pães e levar a triturar bem.
Nota 1: como abri e servi o pudim ainda morno, a base desmoronou ligeiramente, apesar de estar bastante coesa e firme.


As alterações que fiz foram para o pudim:

500 ml leite morno
4 Gemas
100 grs. açúcar
1 c. Chá creme custard
Miolo de 3 carcaças e triturar para ficar pão ralado
Margarina para untar o pirex

4 claras batidas em castelo
2 colheres de sopa de açúcar

Doce de morango da Dulcis Q.B.

Modo de preparação:

Mexer uma tigela o pó custard com as gemas e co o açúcar e deitar aos poucos o leite morno, até estar bem ligado.

Num pirex untar com margarina e espalhar o pão ralado fresco, deitar o creme custar em cima e deixar 15 minutos para que o liquido absorva o pão, levar ao forno em banho maria cerca de 30 minutos a 230º, ter atenção tem de ficar firme e cozido (é um pudim).

Deixar arrefecer e espalhar por cima doce de morango (foi o que usei).

Bater as claras em castelo e espalhar por cima do doce (podem usar um saco de pasteleiro para ficar mais bonito), levar ao forno cerca de 15 minutos a 180º até o merengue ficar dourado.

Comer ainda morno é o meu conselho porque fica divino.

Espero que gostem e se inspirem, participem neste desafio.

Bom proveito





11 comentários:

  1. Já vi três receitas desse desafio e gostei.
    Ver o teu deu-me ainda mais vontade de o fazer
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Com essa pequena batota ou não, o pudim está com um aspeto maravilhoso! Afinal foi uma batota por muito boa causa! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Olá Ana,
    Obrigada pela tua participação e olha, a batota que fizeste é aceitável, pois não mexeste no que caracteriza o pudim e nos seus principais fundamentos, por isso, não te preocupes.
    Muito obrigada e ainda bem que gostaste. Esperamos ver-te nos próximos desafios que aí vêm.
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado eu pelo desafio e desculpem a batota, espero pelo proximo a ver se consigo fazer tudo direitinho. Beijinhos

      Eliminar
  4. Com alterações ou não, ficou com aspeto e textura fantásticos :D

    ResponderEliminar
  5. Olá Ana,
    Antes demais obrigada por tanto empenho e interesse neste desafio que tantos nos diz.
    O que interessa aqui é mesmo a vontade de agarrar as propostas sem medos, e isso tu tens de sobra.
    Conforme já falamos, essa batota é perfeitamente aceitável, mas numa próxima não cedas e faz mesmo a receita original, pois a sua facilidade justifica. :)
    Ainda bem que gostaste e mais desafios se seguirão!

    Bjinhos
    Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado aguardarei pelos próximos vamos la ver como ficam...

      Eliminar
  6. Ficou lindo, se já tinha decidido participar agora ao ver este ainda fiquei com mais vontade. Ficou muito apetitoso :)
    Gulosoqb

    ResponderEliminar

Estejam á vontade para dar sugestões, ideias e criticas construtivas, estou aqui para tirar duvidas e ajudar sempre que possivel.
cozinhaanita@gmail.com