Desafio a mim mesma... preciso da vossa ajuda

Olá a todos, eu fiz um desafio a mim mesma mas preciso da vossa ajuda para me darem ideias.

Peço desculpa a todos os que me seguem e não têm facebook, pois foi uma grande falha minha não ter publicado aqui também.

É o seguinte...
Todos falam em alimentação saudável (eu nem gosto dessa palavra mas estou a tentar mudar). 


Para mim a parte mais difícil vai ser usar os ingredientes no seu estado puro pois estou bastante habituada a usar tudo pré feito 


Vamos ver como o desafio corre. 


Para tal fui ver a roda dos alimentos e existem 7 grupos, como temos de fazer uma alimentação variada, desafio-vos a fazerem receitas com 4 a 10 ingredientes e usando pelo menos 4 grupos da roda, claro que a água não vai contar como ingrediente porque essa é de uso indiscriminado eheh


Vocês aceitam o desafio?


Queria pelo menos tentar uma receita de 15 em 15 dias, aguardo as vossas sugestões.


Obrigado por estarem desse lado.

Publiquem as vossas ideias sempre que quiserem neste post para não perder o fio à meada.




Comentários

  1. Deixo aqui uma receita que fiz sem me aperceber que estava enquadrada no desafio, só reparei quando estava a escrever.
    Espero que gostem.
    http://cozinhaanita.blogspot.pt/2017/09/bolo-invisivel-de-pera-e-baunilha.html

    ResponderEliminar
  2. A primeira receita que fiz especifica para este desafio.
    http://cozinhaanita.blogspot.pt/2017/07/pescada-em-cama-de-legumes-meu-desafio.html

    ResponderEliminar
  3. Alô! Fazes bem em tentar mudar a tua alimentação para um estilo mais saudável. Não só é bom para ti mas é também para o bem da tua família e como sabes nós mães queremos sempre o melhor para os nossos filhos. Saúde acima de tudo. E não tem de ser um processo repentino, podes e deves ir fazendo-o gradualmente para que não custe tanto e depois se torne algo normal e rotineiro. Acho que o primeiro passo é não associar a palavra saudável a algo mau. Pelo contrário! A palavra saudável deve sempre ser sinónimo de algo bom. Há refeições saudáveis muito saborosas onde os legumes e os vegetais estão incluídos e praticamente não damos por eles. Há também receitas de doces e sobremesas tão boas que nem suspeitamos que possam ser saudáveis. É claro que não tem mal nenhum de vez em quando comer umas porcarias. Faz parte e sem isso a vida não teria a mesma graça! Fala a pessoa que mais adora pães, massas, batatas, arroz, doces e por aí fora. Mas também como legumes, vegetais e fruta com prazer. Para mim não é, de todo, um sacrifício. Já cá em casa nem todos gostam tanto quanto eu. E depois, tal como vocês, nós somos uma casa de 5. São cinco pessoas com gostos e personalidades diferentes. É óbvio que nem todos gostam das mesmas coisas, nem das coisas cozinhadas das mesmas formas. Há portanto que encontrar alternativas que agradem a todos, ou pelo menos que hoje agradem a gregos e amanhã agradem a troianos de modo a que fiquem todos contentes e satisfeitos! Isto parece tudo muito simples, mas nem sempre é fácil! Por exemplo, o meu filho mais velho sempre foi muito picuinhas com os legumes e os vegetais. E até mesmo com algumas frutas. Desde miúdo que ele come e adora sopa seja do que for e come sem qualquer problema. Mas já se encontrar legumes no prato a conversa é outra. Mas a maioria das crianças é assim. Assume que não gosta mesmo sem ter provado. Eu também já fui assim em miúda! Até perceber que afinal era eu que teimava em não gostar! Mas gostava e só tive de assumir isso! Depois havia coisas que eu não conseguia mesmo gostar ou comer (brócolos, couve-flor, beringela). Eduquei o meu palato e hoje gosto muito desses alimentos! Há que ser persistente e não desistir. Se hoje cozinhámos determinado alimento e não ficou do nosso agrado, da próxima vez fazemos de forma diferente até acertar e ficar ao nosso gosto! Dantes também tudo o que era doce nunca era demasiado doce para mim, era quanto mais doce melhor! Mas lá está, fui educando o meu palato e hoje gosto de doces pouco doces e quando provo algo mais docinho já acho exageradamente doce!...

    ResponderEliminar
  4. ...Outro ponto que acho que fazes bem é deixar de usar tudo o que é pré-feito. Apesar dessas coisas serem muito práticas e até muito saborosas, na maior parte das vezes são demasiado manipuladas e artificiais, estão carregadinhas e porcarias como conservantes, corantes, químicos de toda a espécie, para não falar do sal, dos açúcares e das gorduras muitas vezes escondidos. Aqueles nomes que à partida não conseguimos identificar ou compreender, certamente não serão algo bom. É uma questão de te ires habituando a fazer tudo de raiz. Eu sei que as coisas pré-feitas facilitam em termos de tempo mas são muito calóricas, pouco nutritivas e prejudiciais para a saúde. Mas para poupar tempo podes preparar certas coisas em casa de forma natural e depois conservar para ir usando. Quando fiz a minha reeducação alimentar acabei também por fazer em simultâneo uma reeducação alimentar cá em casa. Ao início nem sempre era bem aceite mas depois foram-se habituando e agora já não torcem tanto o nariz. Não desistas! Vais ver que depois de vocês se habituarem a uma alimentação mais saudável e à comida de verdade, depois difícil vai ser voltar aos hábitos antigos. Por aqui foi assim. E quando vou ao supermercado já não consigo trazer nada sem passar os olhos pelos rótulos para escolher o melhor, mais nutritivo e mais saudável. Para além de que praticamente nem trago porcarias. E os miúdos também já fazem o mesmo. É um hábito que se adquire. E também quando vou de férias, que é quando estamos mais expostos às coisas menos saudáveis, já não consigo escolher nada sem pensar primeiro naquilo que será um pouquinho melhor para nós. Cometo disparates claro, mas de forma mais consciente! Não me arrependo nada deste estilo de vida. A minha alimentação nunca foi má, mas agora é ainda melhor.
    Força aí! Vais ver que comer de forma mais saudável não custa assim tanto. beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muito obrigado pela força e depois dá ai algumas receitas, eu estou a aproveitar tudo o que veja de dicas para armazenar os ingredientes naturais vamos ver se até ao fim do ano me entendo.

      Eliminar

Enviar um comentário

Estejam á vontade para dar sugestões, ideias e criticas construtivas, estou aqui para tirar duvidas e ajudar sempre que possivel.
cozinhaanita@gmail.com

Mensagens populares deste blogue

Mexidos de Natal ou Formigos

Bolo de Lentilhas com Creme de Abacate

Nozes de cascais