quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Cozido à Portuguesa - Desafio dia 1....na Cozinha


1º Desafio deste ano, finalmente consigo participar, foi um tiro no escuro, mas, um prato tipico português que já façp à muito tempo, e todos gostamos. Deixo-vos aqui um prato que não dá muito trabalho, não fica assim tão caro como parece, mas suja tanta, mas tanta loiça.....

É um prato que dá para adaptar a todos os gostos, ou seja se em casa não gostam de certas carnes não precisam colocar, por aqui não se coloca, pés, rabo ou orelhas de porco, ninguém aprecia, já o chouriço de sangue compro um bem pequeno porque só eu gosto, na parte dos legumes não coloco nabo porque também não apreciamos.

Precisam de 2 panelas grandes uma para os legumes, outra para as carnes, de preferência que dê para colocar uma rede para cozer os enchidos a vapor.

Eu costumo fazer como a minha mãe me ensinou...

Ingredientes:

Carne de vaca 
Chispe ou Pernil
Frango cortado em pedaços
Salsichas frescas
Entrecosto
Entremeada
Chouriço de Crane
Morcela Grossa
Farinheira
Chouriço de Sangue
Arroz
Couve Lombarda
Batatas
Batatas Doce
Cenouras

Modo de preparação:

Tentar que as duas panelas cozam ao mesmo tempo para que não fique fria uma parte da comida, assim, quando acrescentarem as carnes de porco é boa ideia colocar o tacho dos legumes no lume.

Numa panela colocamos água e carne de vaca (se der para ser panela de pressão tanto melhor) deixar até que esta fique cozinhada mas não precisa ficar a desfiar porque ainda vai cozer mais, ehehe.

Depois de estar cozinhada acrescentar água, metade do chouriço de carne, o entrecosto, o chispe, orelha, rabo, pés, entrecosto deixar que estes cozam um pouco e por ultimo acrescentar o frango em pedaços, este ano fiz com uma novidade salsichas frescas, foi o que o sr do talho me indicou, que em alguns restaurantes já colocam.

Assim que colocar as carnes de porco colocar também (se possível) uma rede com os enchidos para estes cozerem a vapor, para que a farinheira e o chouriço de sangue não rebentem (tarefa quase impossível, mas pelo menos não sujam a água todas, para quem não gosta de chouriço de sangue é muito chato)
Deixar cozer até as carnes estarem macias.

Assim que as carnes estiverem cozidas, eu tenho uma bola para cozer o arroz, retiro as carnes e coloco nessa água a bola com arroz para que este coza.

Nutro tacho grande colocar a outra metade do chouriço de carne, a couve lombarda (eu parti em 4), cenouras cortadas ao meio ou em 4 se forem muito grossas, batatas, batatas doces (desta vez usei laranja e normal), estas não devem ser partidas só um golpe no meio e devem ser as ultimas a serem colocadas no tacho, para que cozam ao mesmo tempo que a couve.

Para saber se já está tudo cozido espetar um garfo nas batatas até estas se soltarem do garfo.

Depois é servir tudo ainda quente.

Para este cozido gastei cerca de 30 euros (sem contar com gás, água, arroz e sal) e deu para 7 pessoas num almoço, 4 pessoas a jantar.
A carne que sobrou fiz croquetes e ainda empadão (sim exagerei na carne mas tinha visitas e não podia faltar), por isso não considero um prato caro.