quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Lampreia de Ovos



Décimo Primeiro dia....

Mais um desafio aceite, este foi enorme mas muito obrigado pelo convite, espero estar à altura esperada.

A menina da página Casinha das Bolachas lançou um desafio Na mesa de Natal não pode faltar.....

Este ano decidi fazer uma sobremesa que espero que todos os natais daqui para a frente esteja sempre na mesa e feito por mim.

Vou contar uma pequena história...

A minha avó era pasteleira e todos os anos fazias os doces de natal, passava o seu aniversário (23 de Dezembro) na cozinha a fazer tudo o que tínhamos direito.

A minha avó faleceu tinha eu 12 anos, a minha mãe é anti cozinha (sempre foi) então não tive muitos incentivos para fazer as coisas, assim que casei comecei a ser eu a fazer os doces de natal todos os anos, (alguns) porque não fiquei com receita nenhuma da avó (que fazia tudo a olho e não apontava, ou se apontava não descobri nenhum caderno).

Então todos os anos tento descobrir as receitas que ela fazia e eu sua homenagem o dia 23 é meu todo dia na cozinha super bem disposta a fazer o que adoro.

O ano passado consegui descobrir as filhós que avó fazia (o mais parecido que me lembro), este ano consegui ganhar coragem (graças a este desafio) e fiz uma lampreia de ovos que era peça principal na nossa mesa, ficou um espectáculo e de sabor igual (todos os anos eu compro uma porque o que não sei ou não consigo fazer eu substituo por de compra, para que a mesa continue a tradição).

Digo-vos fiquei tão, mas tão orgulhosa de mim que até chorei....

Bem deixo-vos a receita desta pequena maravilha que espero conseguir fazer por muitos natais, mas aviso não é difícil mas é demorada, (enquanto fazia só pensava para mim - a avó não demorava tanto será que estou a fazer bem??? ).

Mas primeiro.... vamos responder a umas perguntinhas....

  • Quem está por de trás deste blogue? Está uma pessoa muito determinada com ideias fixas mas ao mesmo tempo muito tímida e ingénua, um pouco perdida neste mundo, mas sempre pronta a ouvir as opiniões e criticas dos outros, analisando á sua maneira e tirando as suas próprias conclusões, uma pessoa que não tem medo nem vergonha de pedir ajuda sempre que precisa, mesmo fazendo perguntas descabidas.
  • Quando surgiu o gosto pela culinária? Desde cedo, como já disse não é propriamente gosto por culinária (vamos ser sinceros não gosto assim tanto de fazer comer, adoro é pastelaria isso sim fico super feliz.
  • Quando e como surgiu o blogue? A dia 25 de Abril de 2014 quando decidi que deveria partilhar as minhas receitas com outras pessoas porque também usava as delas para fazer... e também porque sou muito preguiçosa para escrever as recitas assim quando preciso das minhas próprias vou ao blog para fazer novamente. Pedi ajuda à Ana Do blog Recanto com tempero uma dicas de como fazer, ela foi incansável e lá consegui fazer o meu cantinho, só não gosto da data mas foi o dia que fiz.
  • Gostas desta época do ano? Se sim do que mais gostas? Adoro, como já disse era a altura em que a avó deixava ajudar na cozinha, gosto especial da união, sempre tive uma família pequena mãe e avós, agora tenho uma família gigante, mãe, marido, filhos (3) cão, sobrinhas, cunhados, sogros, é tão divertido, e ainda ensinei os meus filhos a contarem as prendas para ver quem tem mais, por isso imaginem quando nos oferecem meias embrulhamos uma em cada para ficarmos com duas prendas..., e o pai Natal??? um espectáculo fiz com que os meus filhos acreditassem, o mais velho (agora 13 anos) até já viu o dito senhor das barbas brancas, um dia na terra com renas e tudo, e a trabalheira que o dito senhor provoca nos adultos? que com o passar dos anos dos miúdos temos de inventar novas ginásticas cerebrais, ideias e explicações para que continuem a acreditar.
  • Existe algum ingrediente que te faça lembrar o Natal? Qual? Sim. Ovos. 
  • Costumas cozinhar no Natal? Sim a parte da doçaria, como passamos o Natal em família a cunhada e a sogra fazem o "comer" eu faço todos os doces que sei (cada ano faço um novo) e os que ainda não consigo (já são bastante poucos) compro.
  • O que nunca pode faltar na tua mesa de Natal para além de muito amor? A família enquanto cá está, temos de dar a máxima atenção, todo o nosso carinho e ajuda.
  • Que receita vais partilhar e porque razão a escolheste? A receita e a razão já expliquei logo no inicio.
Vou tentar explicar da melhor forma porque são muitos passos, mas depois de lerem com muita atenção vão verificar que não é assim tão dificeis, retirei a parte dos fios de ovos do blog do Sr. Jorge Anjos, as "capas" fiz como sabia (antes de ter o funil bem tentei fazer fios de ovos e dava sempre "capas".
Aconselho a primeiro fazerem as águas todas separadas e depois começarem tendo os utensílios ao pé porque depois de iniciar o processo porque depois é tudo muito rápido.

Para os fios de ovos:
(fiz uma lampreia pequena por isso se quiserem maior têm de colocar mais gemas)

15 Gemas
1 Ovo

Bater tudo junto com uma faca para desfazer completamente as gemas.
Coar num passador 2 vezes sem esforçar muito.
Usar um funil de bico (o meu tem 4 bicos e comprei na feira) para deitar na calda de cozedura.
Fazer movimentos circulares com o funil, se quiserem fios mais finos fazem esses movimentos mais depressa, se quiserem fios mais grossos fazem mais devagar, nada como irem experimentando para verem como gostam mais.
Deixar a ferver alguns segundos (cozem muito depressa)
Retirar e colocar na água de lavagem.
Retirar da água de lavagem e colocar num prato.
Fazer este processo até acabarem as gemas.

Calda para cozer os fios

600 Grs de açúcar
200 ml água

Colocar ao lumes, assim que começar a ferver deitar aos poucos a água de fermentação (serve para provocar espuma)

Água de Fermentação:
200 ml água
30 grs farinha

Colocar tudo numa tigela e mexer até a farinha se dissolver e não ter grumos.
Colocar esta água na água de cozedura depois desta ultima estar a ferver.






Água de lavagem:

1 litro de água
50 grs açúcar

Colocar numa tigela e mexer até o açúcar se dissolver
Como o nome indica serve para lavar os fios de ovos, assim que retiram do tacho com uma espumadeira colocam na água de lavagem para se soltarem um pouco e não ficarem tão doces (depois pode tornar-se enjoativo)


Para o doce de ovos:

5 Gemas
5 C. sopa açúcar
5 C. Sopa de leite

20 Grs de Amêndoas moídas ou lascadas

Colocar todos os ingredientes excepto as amêndoas
Mexer sempre em lume branco até ficar cremoso.
Juntar as amêndoas.

Para as "capas"

200 Grs de açúcar
200 ml de água
6 gemas
1 ovos

Cortar as gemas e o ovo com a faca e coar no passador 2 vezes.
Colocar a água e o açúcar no lume assim que começar a ferver deitar 3 a 4 colheres de sopa das gemas, deve ficar tipo um crepe deixar cozer uns minutos de um lado e com a ajuda da espumadeira virar deixar cozer do outro lado (fica um pouco rijo)
Colocar na água de lavagem e de seguida num prato.




Montagem:

Colocar num prato um "monte" de fios de ovos a formar a lampreia em que a cabeça fica mais grossa que o resto do corpo e cauda mais fininha.
Em cima colocar o doce de ovos com amêndoa.
Colocar mais fios de ovos.
Colocar as capas.

Fazer um glacê com uma clara, gotas de sumo de limão e açúcar em pó.
Mexer até ficar consistente, colocar num pedaço de papel vegetal e fazer as escamas.
Colocar cerejas (estas eram cristalizadas) a fazer os olhos e contornar com glacês estes.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito