quarta-feira, 13 de abril de 2016

Pasteis de nata - Páscoa 2016


Bem mais uma receita feita na terra, com muiiiiiita paciência, sim já vos expliquei que é mesmo difícil fazer algo de diferente naquela cozinha.

Bem sobraram algumas gemas (5) de outra sobremesa que fiz, e quis fazer algo diferente, como ainda consegui ter net, fui buscar uma receita na página do facebook do chefe Luís Machado uma tarte de pastel de nata, como cheguei á conclusão que estava tudo a correr lindamente ;( , decidi copiar os ingredientes para um papel e fazer mais ou menos a olho, (sim também não há balança, nem copo medidor, nem uma data de ingredientes que eram precisos....adiante)

Comprei umas bases de massa folhada (congelada), e pensei eu (o resto das coisas há lá) errado... mas tive de fazer com o que havia.

A receita original era: 

1 base de massa folhada, enrolar e cortar bocados de 3 cm mais ou menos e forrar as formas de alumínio depois de levemente untadas com margarina ou óleo.  (Aqui só havia umas formas de papel, foi o que usei, nem vos conto como foi difícil moldar uma forma, mas adiante tudo correu bem.

Ingredientes:

700 ml de leite   (não sei a quantidade porque como eram só 5 gemas foi colocando a olho)
40 gr de farinha maisena (claro que não havia... foi mesmo com farinha de trigo normal)
200 gr de açúcar (Também não, açúcar amarelo e vá lá vai)
1 pau de canela (Claro dificílimo de existir em casa certo? com sorte havia um pacote de canela em pó, nem reparei na data.. mas coloquei uma colher de chá de pó de canela)
8 gemas (pronto só tinha 5 gemas)
1 casca de limão (achei que ia dar um sabor diferente e não me enganei)

Pronto adivinham uma grandeeeeeeeee bagunça certo? Mas ficaram deliciosos garanto.

Modo de preparação:

Colocar num tacho ao lume o leite, a canela, o açúcar e uma casca de limão, deixar levantar fervura.

Numa tigela bater as gemas e juntar aos poucos o leite (enquanto está a aquecer) para não cozerem.

Noutra tigela misturar a farinha com um pouco de leite (usei frio).

Assim que estiver a ferver, baixar o lume (apagar se acharem necessário) juntar a farinha e mexer bem (para não ficar com grumos), acender novamente o lume se achar necessário, para fazer um creme não muito grosso, juntar por fim (aqui já com o lume apagado) as gemas e mexer bem para não criar grumos (usem a varinha mágica caso seja necessário, lá também não havia, mas, tive sorte não criou grumos).

Deitar o preparado na mossa folhada e levar ao forno até ficarem morenos, e com um palito podem ver se está cozido.

Eu deitei o preparado na massa folhada (a custo, confesso) e...... sem forno.... teve de ir tudo para a patusca (primeiro liguei em baixo e depois em cima, não tinha duas fichas)

Pronto fui vendo e experimentando, assim que saíram ninguém deixou arrefecer, foram todos...

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.






6 comentários:

  1. Respostas
    1. e não foi difícil até porque me desenrasquei bem foram todos ainda quentes...

      Eliminar
  2. Acho que com tantas dificuldades, te saíste lindamente Ana e acredito que estivessem deliciosos esses pastéis de nata, pois excelente aspecto têm eles.
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
  3. Mesmo com todos os contratempos ficaram muito apetitosos :D

    ResponderEliminar

Estejam á vontade para dar sugestões, ideias e criticas construtivas, estou aqui para tirar duvidas e ajudar sempre que possivel.
cozinhaanita@gmail.com