sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Marmelada da "avó Luz" (não é a minha)


Vi num blog aqui uma receita que me chamou a tenção, pela cor da marmelada e pela facilidade.

Meti mão há obra...

A cerca de 24 anos que a minha avó faleceu... ela era pasteleira e eu adoro partelaria (acho que herdei dela) mas eu era muito pequena e não a via a fazer muitas coisas em casa (excepto as filhoses no natal), mas adorava a su marmelada.
Depois dela falecer a minha mãe bem tentava que eu comece marmelada e não era a mesma coisa... mais crescida procurei e procurei maneiras de fazer e ficava sempre aguada, escura, e não durava muito tempo, além de aleijar as mãos cada vez que tinha de descascar vários marmelos (fruto rijo e sem jeito para se descascar)

Então vi esta receita e experimentei, como já estou escaldada e mando sempre uma quantidade muito grande de marmelos e tempo fora, decidi que iria fazer a receita só com alguns para experimentar (erro meu) porque as medidas são a mesma quantidade de açúcar para o peso da polpa dos marmelos.

Fiz assim:

Comprei 5 marmelos, cozi com casca como dizia a receita, espetei várias vezes o garfo para ver se já estavam cozidos (mas eu e o fogão não nos entendemos muito bem, os meus melhores amigos na cozinha são o microondas e o forno elétrico, desligam sozinhos)
Eu acho que cozeram demais mas havia alguns que quando descasquei até pareciam crus.

Depois de cozidos esperei que arrefecessem um pouco para os descascar e para meu espanto a pele é super fininha e costou um pouco posso dizer que algumas cascas ficaram :(

Entretanto pesei a polpa dos marmelos e deu 800 Grs. coloquei na balança 800 grs de açúcar e coloquei na panela juntei um copo de água (pareceu pouco mas na receita dizia 2 mas era para 3 kilos e mesmo assim eu ... não arrisquei e ficou por ai, coloquei um pau de canela e cendi o lume.

Como já disse eu e o fogão não nos entendemos, o marido foi a cozinha e disse "isto é para fazer caramelo?" Eu fui a correr apaguei o lume e já estava a começas a ficar "amarelinho", tirei o pau de canela, coloquei a polpa dos marmelos e coloquei a varinha mágica para tentar desfazer tudinho bem passado, começou a engrossar, achei que não precisava de mais lume.

Provei e vieram-me as lágrimas aos olhos era igualzinha ao que me lembrava, clara, consistência certa, estava uma delicia.

Coloquei em caixinhas  e deixei aberto a noite toda, a alegria era tanta que antes de me deitar ainda fui colocar a mão para ver se tinha "capa", e ai ainda fiquei mais contente, pulava de alegria e todos diziam "por uma marmelada é preciso ficar assim..."

Hoje de manhã não resisti e tirei uma colherada, está realmente fantástica, levei uma tigela para a mãe (que tenho de dizer é muito esquisita nestas coisas mas disse: " Está clarinha como eu gosto" Provou e " Está igual ao que me lembro que a tua avó fazia".

Quando lhe disse como tinha feito, ela estranhou pois também não se lembra de como a avoó fazia só se lembra da avó pesar marmelos para saber a quantidade de açucar.

Tenho de agradecer às Jovens donas de casa vezes sem conta pela alegria que me proporcionaram, foi pena realmente não ter feito maior quantidade mas agora que já sei a receita.....


MUITO MUITO OBRIGADO