sábado, 25 de julho de 2015

Bifes com cogumelos acompanhados de risoto "au vinho do porto"

Bem, queria porque queria fazer um risoto que toda a gente fala, que é bom, fica cremoso e tal...

Fui a net já não sei onde e tirei uma recita básica de risoto, tá claro que nesta casa nunca existe tudo o que é preciso para as receitas, (não sei como consigo, leio a receita vezes sem conta, aponto em papeis o que leva e nunca, mas nunca tenho tudo), bom adiante, tive que fazer com o que tinha pois estava decidida.
Como estava sozinha em casa e a receita dizia Vermute seco ou vinho seco (eu não percebo nada porque não consumo nem champanhe no ano novo) tive de ligar ao marido para me dizer se havia alguma coisa do género porque eu não tinha vinho nem martini, então a resposta que tive foi "não há nada parecido, só temos ginginha, porto, (e não sei que mais... já nem lembro)" pronto falou porto mais uma que conheço "".
Foi então que decidi que havia de colocar porto no risoto em vez do vermute.

Como se não bastasse uma coisa básica como natas tinham acabado cá em casa, (estão a ver o filme certo??) e queria fazer bifinhos com natas e cogumelos uma receita toda "pomposa" e super fácil e rápida, bem havia molho bechamel lá fui eu substituir mais uma coisa.
Ora vamos lá a receita.

Ingredientes:

Ingredientes:

200 grs arroz carolino (ou risoto)
700 ml de Caldo de carne ou galinha (eu coloco a água no microondas com um caldo knorr natura e uso assim)
1 colher sopa azeite
1 cebola média picadinha fininho
Sal pimenta (nunca uso)
6 dentes de alho picadinhos
1/2 dl de vinho do porto (também não havia mais )
Queijo ralado
Margarina


Modo de preparação:

Coloca-se o azeite, cebola, alho, deixa-se refogar um pouquinho, depois deita-se o arroz e fritasse um pouco, em seguida coloca-se o vinho do porto e deixa-se evaporar (nesta altura o arroz já tem a cor do vinho mas fica bom garanto) e vai-se deitando conchas do caldo não colocar de uma vez só vez, ir colocando conforme vai evaporando para não ficar com água a mais, rectifica-se o tempero com sal e pimenta caso falte,
Ir experimentando o arroz para ver quando está cozido all dente (esta parte custou, como foi o meu primeiro risoto acho que ficou um pouco cru) não é para ficar cozido demais (era o que dizia a receita e eu com medo de "espapaçar" tudo pronto apaguei cedo demais).
Retirar do lume e espanhar o queijo ralado e a margarina envolver bem e servir de imediato.
Eu enfeitei com cebolinho fresco.


Para a carne usei febras, fritei com margarina e depois retirei para um prato, fritei os cogumelos que eram e acrescentei um pouco de molho béchamel, ainda coloquei alguns coentros congelados.
Depois servi as febras com o molho em cima.

Ficou bastante bom confesso até achei melhor do que cm natas, o risoto é que pronto foi o primeiro e tal... estava cru....








2 comentários:

  1. Por vezes aas substituicoes resultam muito bem e o prato acaba por ficar melhor que o original! Adorei essa refeicao! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tive sorte, as minhas substituições não costumam resultar, ou por outro lado resulta muito bem para a cadela :)

      Eliminar

Estejam á vontade para dar sugestões, ideias e criticas construtivas, estou aqui para tirar duvidas e ajudar sempre que possivel.
cozinhaanita@gmail.com